Sérgio Hondjakoff, o Cabeção de Malhação, ameaça pai de morte em vídeo

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram

“Eles querem que eu seja internado contra a minha vontade”, declara Sérgio

O ator Sérgio Hondjakoff, o eterno Cabeção da novela Malhação, deixou os fãs preocupados após começar uma live na madrugada desta terça-feira (7).

No vídeo que está circulando na internet, o artista aparece visivelmente alterado e diz aos seus seguidores que queria receber R$1 mil para fazer uma viagem a São Paulo. Porém, ele aponta que seu pai, Seu Francisco, não está lhe dando o dinheiro. Na live, ele diz:

Fala, galera, beleza? Eu tô aqui pancadão e todo mundo quer me foder. Eu tô pedindo mil reais para o meu pai pra ir pra São Paulo e ele não quer me dar. Eles querem que eu seja internado contra a minha vontade porque eu dei uns ‘tequinhos’ e eu fico muito louco.

Em seguida, o ator direciona sua fala ao pai, que anda de forma desconcertada pela casa, e o ameaça com palavras pesadas enquanto segura um bastão:

Pai, se você não me der mil reais eu vou ser obrigado a te matar, né? Você prefere que você me dê mil reais ou que eu te mate? Você é obrigado a me dar mil reais.

Pelo menos durante os vídeos, Sérgio não obteve nenhuma resposta do pai.

Sérgio Hondjakoff e a luta contra as drogas

O ator que interpretou Cabeção já falou sobre sua luta contra o alcoolismo e, em entrevista recente ao Domingo Espetacular, comentou sobre as consequências do vício. Ele chegou a ficar internado no ano passado, em uma clínica de reabilitação que foi fechada pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP) e pela Polícia Civil de São Paulo (via Metrópoles).

Na ocasião, ele ainda tentou negar que estava no local mas, depois, admitiu que estava com vergonha por conta de seus problemas com o uso de substâncias.

🙏 Envie esse texto para pessoas queridas ❤️
Compartilhar no whatsapp
ENVIE PARA ALGUÉM
Compartilhar no whatsapp
ENVIAR PARA GRUPO

Deixe um comentário

Rolar para cima