Tratamento injusto oferecido como expiação

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Lá muitas vezes na vida quando somos tratados injustamente. Como resultado, nosso primeiro instinto é revidar, nos defender e garantir que a justiça seja feita. 

Mas foi isso que Jesus fez? Não, Ele permaneceu calado e aceitou toda injustiça como sacrifício pela expiação por nossos pecados. 

Ele foi o Justo que tomou sobre Si toda injustiça. Ao fazer isso, Ele fez duas coisas. Primeiro, ele apaziguou a justiça do Pai ao oferecer essa injustiça pela expiação do pecado. 

Este é o mistério central e mais profundo da nossa fé. Segundo, Ele nos convida a seguir Seu exemplo. 

Ao fazer isso, somos convidados a aceitar um tratamento injusto e enfrentá-lo com misericórdia e perdão. Isso requer grande força interior e amor.

Mas se somos capazes de unir nosso próprio sofrimento injusto ao de Cristo.

Como você foi tratado com crueldade e injustiça? Reflita sobre o que lhe foi mais doloroso e saiba que esse sofrimento é uma oportunidade para você expiar os pecados do mundo. 

Você é capacitado, ao unir sua mágoa ao sofrimento de Cristo, para conquistar muitas almas para Deus. Este é o mistério da nossa redenção. 

É um mistério que somos convidados a entrar, viver e oferecer a Deus como sacrifício de amor. Dê um passo nessa direção, hoje, e observe a mágoa que você dissolve na Misericórdia.

Senhor,

Eu te ofereço, hoje, minha mágoa, dor e todo sofrimento.

Ofereço especialmente as injustiças que enfrentei na vida.

Que você remova toda a amargura do meu coração e substitua-a por Sua Divina Misericórdia.

Jesus eu confio em vós.

ORAÇÃO PODEROSA PARA QUITAR DÍVIDAS. CLIQUE NA FIGURA ABAIXO

Tratamento injusto oferecido como expiação 1
🙏 Envie esse texto para pessoas queridas ❤️
Compartilhar no whatsapp
ENVIE PARA ALGUÉM
Compartilhar no whatsapp
ENVIAR PARA GRUPO

Deixe um comentário

Jesus, meu mestre

Você se sente à vontade para chamar Jesus de seu mestre? Alguns podem preferir chamá-lo de “amigo” ou “pastor”. E esses títulos são verdadeiros. Mas e o

Leia mais »
Rolar para cima