Deixe de lado pensamentos errantes em oração

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Você não me diz nada de novo: você não é o único que está preocupado com pensamentos errantes. 

Nossa mente é extremamente errante; mas como a vontade é dona de todas as nossas faculdades, ela deve recordá-las e levá-las a DEUS, como seu último fim.

Quando a mente, por falta de ser suficientemente reduzida pela lembrança, em nosso primeiro envolvimento com a devoção, contraiu certos maus hábitos de perambulação e dissipação, eles são difíceis de superar e comumente nos atraem, mesmo contra nossas vontades, para as coisas do mundo a Terra.

Creio que um remédio para isso é confessar nossas faltas e nos humilhar diante de DEUS. 

Eu não aconselho você a usar multiplicidade de palavras em oração; muitas palavras e discursos longos são muitas vezes ocasiões de perambulação: mantenha-se em oração diante de DEUS, como um mendigo mudo ou paralítico no portão de um homem rico: seja da sua conta manter sua mente na presença do SENHOR. 

Se algumas vezes vagar e se retirar Dele, não se importe muito com isso; o problema e a inquietação servem antes para distrair a mente do que para recolocá-la; a vontade deve trazê-lo de volta em tranquilidade; se perseverar desta maneira, DEUS terá pena de você.

Uma maneira de recolocar a mente com facilidade no tempo da oração e preservá-la mais em tranqüilidade é não deixá-la vagar demais em outras ocasiões: você deve mantê-la estritamente na presença de DEUS; e estando acostumado a pensar Nele com frequência, você achará fácil manter sua mente calma no tempo da oração, ou pelo menos evocá-la de suas peripécias.

Já lhes disse, em geral, as vantagens que podemos tirar dessa prática da presença de DEUS: vamos nos apressar seriamente e orar uns pelos outros.

PALAVRA DE DEUS

E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.

E deu à luz mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra. E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.

E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta.

Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante.

E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?

Se bem fizeres, não é certo que serás aceito? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar.

E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.

E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?

E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.

Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e vagabundo serás na terra. Então disse Caim ao Senhor: É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.

Eis que hoje me lanças da face da terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e vagabundo na terra, e será que todo aquele que me achar, me matará.

O Senhor, porém, disse-lhe: Portanto qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado. E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que o não ferisse qualquer que o achasse.

E saiu Caim de diante da face do Senhor, e habitou na terra de Node, do lado oriental do Éden.

E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;

E a Enoque nasceu Irade, e Irade gerou a Meujael, e Meujael gerou a Metusael e Metusael gerou a Lameque.

E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá.

E Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e têm gado. E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão.

E Zilá também deu à luz a Tubalcaim, mestre de toda a obra de cobre e ferro; e a irmã de Tubalcaim foi Noema.

E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar.
Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.

E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.

E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do Senhor.

Gênesis 4:1-26

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Deixe um comentário

Rolar para cima
Advertisment ad adsense adlogger