Como lidar com as dívidas de maneira bíblica?

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

A Bíblia nos aconselha a evitar contrair dívidas sempre que possível, porque a dívida escraviza. Mas, quando estamos endividados, devemos fazer nosso melhor para pagar a dívida e ficar livres desse peso. Não pagar uma dívida é pecado e, em muitos casos, pode ser considerado crime.

Quando não tomamos cuidado, as dívidas podem causar muita confusão em nossa vida. Felizmente, com a ajuda de Jesus, é possível consertar os erros e viver livre da dívida. A Bíblia dá alguns conselhos importantes para lidar com as dívidas:

1. Tenha uma visão bíblica do dinheiro

O primeiro passo para lidar corretamente com as dívidas é entender o que a Bíblia diz sobre o dinheiro. Todo nosso sustento vem de Deus. O dinheiro é útil e devemos trabalhar para sustentar nossas famílias, mas não devemos deixar o dinheiro dominar nossa vida. O desejo por riquezas ou bens materiais nunca deve se tornar mais importante que o desejo de agradar a Deus.

A Bíblia diz que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Timóteo 6:9-10). Quando nosso coração está voltado para a riqueza, esquecendo de Deus, cometemos muitos erros. Somos enganados a pensar que nosso valor e nossa segurança dependem de quantos bens temos, quando o mais importante é ter estar unido com Jesus. Ele nos ajuda e sustenta, mesmo quando não temos dinheiro.

2. Pague suas dívidas

Contrair dívidas e não pagar é errado. Quando você faz um empréstimo, é seu dever pagar o dinheiro de volta (Salmos 37:21). Faça todo esforço para ficar livre da dívida.

Antes de tirar outro empréstimo, procure pagar as dívidas que você já tem. Fazer mais empréstimos quando você está endividado só vai piorar a situação e diminuir suas chances de ficar livre da dívida. Pagar suas dívidas é uma forma de mostrar fidelidade e honestidade.

3. Faça um plano

Normalmente não é possível pagar todas as dívidas de uma só vez. Por isso, é importante criar um plano de pagamento, para quitar a dívida dentro de certo prazo. Um plano bem elaborado é valioso e pode evitar muita confusão (Provérbios 21:5).

Quando você tem um plano de pagamento, você pode criar um orçamento e organizar quanto você pode gastar em suas necessidades e outras despesas. Assim você terá mais noção de quanto dinheiro está gastando e poderá até colocar um pouco de lado para poupar. O objetivo é viver dentro dos limites de seu orçamento, sem contrair mais dívidas.

4. Procure bom aconselhamento financeiro

Você não precisa fazer tudo sozinho. Muitas vezes, Deus usa outras pessoas para nos ajudar e abençoar. Peça aconselhamento a alguém que tem sabedoria financeira e que pode lhe ajudar. O acompanhamento pessoal de uma pessoa que entende de finanças pode fazer toda a diferença (Provérbios 19:20).

Existem vários grupos e organizações sociais que ajudam as pessoas a pagar suas dívidas e a viver dentro de seus meios, evitando mais empréstimos. Ou talvez você conheça alguém que é muito bom a gerir seu dinheiro. Busque os recursos que estão perto de você e aproveite a ajuda humana que Deus lhe oferece. Com ajuda, você pode ficar livre da dívida!

MAIS LIDAS DA SEMANA

Deixe um comentário

Rolar para cima
Advertisment ad adsense adlogger