A doçura do nosso trabalho conjunto pelo próximo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

Uma abelha trabalha diligentemente, dia após dia, e uma colônia de abelhas trabalha para o mesmo fim natural. Eles trabalham para produzir mel. 

Esta não é uma tarefa pequena e requer trabalho constante por parte de milhares de abelhas para produzir uma pequena quantidade de mel. 

Mas, no final, seus esforços compensam e o mel é feito e armazenado na colmeia. 

Assim é com nossas vidas. Somos todos chamados a servir o Senhor individualmente, mas também o fazemos em comunhão com os outros. 

Congregações religiosas, dioceses, igrejas paroquiais, famílias e amigos são chamados de várias maneiras para servir ao Senhor como uma comunidade de fé. 

Quando cada um faz a sua parte, o Senhor realiza uma abundância de bons frutos, de modo a trazer a doçura do Seu amor para um mundo em grande necessidade.

Você se vê como um “cristão solitário”? Ou se vê como um membro da família de Deus, procurando fazer sua parte humilde para que a Igreja, como um todo, possa completar Sua missão. 

A Igreja é chamada a trazer o doce amor de nosso Senhor a um mundo faminto por amor. Reflita se você está fazendo sua pequena parte. Sua parte é tudo pelo que você é responsável. 

Não é nada além de abraçar a vontade de Deus todos os dias e todos os momentos do dia. 

Pequenos atos de amor, a escolha diária de confiar, a humilde submissão de sua vontade. 

Você pode cumprir sua missão na vida e quando o fizer, o Senhor adicionará isso às obras de todos os Seus filhos e filhas e, por meio de Sua Igreja inteira, Ele transformará o mundo, trazendo Seu glorioso Reino.

Senhor,

Como uma única abelha produz apenas um pouquinho de mel, assim também minhas ações e serviço a Ti produzem somente aquilo que Tu me deste para realizar.

Ofereço meu amor e serviço a Ti, para que Tu possas uni-lo ao amor e serviço dos outros, produzindo juntos uma abundância de Misericórdia para um mundo em tal necessidade.

Jesus eu confio em vós.

Deixe um comentário